Vereador quer pressão para fazer valer a lei que protege as Dunas do Cocó

joalaforred

O vereador João Alfredo (PSol) abriu luta para que a lei que criou a “Área de Relevante Interesse Ecológico Ducas do Cocó” tenha validade. O parlamentar expõe em nota enviada para este Blog suas razões:

Companheiros e companheiras de lutas, em meados do ano passado, a Câmara Municipal de Fortaleza aprovou, devido à mobilização dos movimentos sociais e ecológicos, a Lei que cria a Área de Relevante Interesse Ecológico “Dunas do Cocó”, protegendo, assim, uma área verde de 15 hectares, localizada em Fortaleza (CE), que está sendo ameaçada pela construção de um empreendimento imobiliário.

Não obstante a importância desta ação, o Presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, Desembargador Ernani Barreira, atendendo aos interesses de empresários, concedeu liminar cancelando os efeitos da Lei. Cabe a nós lutarmos para garantir a proteção ao meio ambiente!

Esta ação pode começar com um ato simples: assinar a petição “Em defesa da constitucionalidade pela Lei Municipal de Fortaleza 9.502/2010”, que será dirigida aos desembargadores a fim de que a decisão do Presidente do Tribunal de Justiça seja modificada.

Contamos com o apoio de todos e todas! Assine a petição e ajude a divulgar esta ação!

* Acesse o Link: http://www.petitiononline.com/arie9502/

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Um comentário sobre “Vereador quer pressão para fazer valer a lei que protege as Dunas do Cocó

  1. O vereador João Alfredo deveria ter humildade e reconhecer que aprovou um projeto inconstitucional na legalidade, não no mérito. Proposta que modifica o Plano Diretor, que é uma Lei Complementar, tem que fazê-lo por Lei Complementar. E a Arie do Cocó foi aprovada como Lei Ordinária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − nove =