Vice-governador diz para Blog: O Sul é culpado pelo veto à Lei das Emancipações

O vice-governador Domingos Filho (PROS), defensor de emancipação de distritos, entrou em contato com o BLOG para esclarecer sobre o caso do veto presidencial à Lei das Emancipações de Distritos.

Ele explica que a lei é rígida e tem critérios técnicos, com respaldo do IBGE. O que houve foi muita pressão política sobre a presidente Dilma Rousseff, oriunda principalmente do Sul e, ainda mais, do Rio Grande do Sul. Setores políticos dessa banda do País querem a manutenção de lei estadual que seria mais flexível na criação de municípios do que a lei nacional.

Domingos Filho adianta que continuará lutando pela lei que havia sido aprovada e que não haverá guerra política contra ninguém. “Vamos buscar o consenso de novo e sem briga!”, garante o vice-governador. As mobilizações virão a partir da próxima semana.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

7 comentários sobre “Vice-governador diz para Blog: O Sul é culpado pelo veto à Lei das Emancipações

  1. Vejo mais como medida eleitoreira da parte do vice governador, pois esse supostos municípios, não tem condições econômicas de se manterem, serão apenas mais um, dependendo das verbas do FPM, e também servindo para enriquecer famílias de políticos.

  2. É fato que o vice governador sempre foi um defensor desta ideia de emancipar distritos, logo se o veto da presidente Dilma facilita a emancipação destes porque a reação contrária? Isto não passa de medida eleitoreira digna de políticos miúdos e provincianos sem nenhuma visão de futuro e nenhum compromisso com o interesse público. Emancipar distrito é igual divórcio de pobre, só serve para piorar a vida dos envolvidos!+

  3. A discussão é bem maior do que a simples crítica ao projeto. Nós, que moramos nos rincões do Ceará, sabemos disso. Infelizmente, a maioria dos críticos conhece apenas a bela praia de Jericocoara e o seu por do sol.

    Avante Domingos Filho com a mesma coerência e responsabilidade para com o tema.

  4. A presidente com poder e autoridade veta um projeto de lei gestado, discutido e aprovado no Congresso, com o apoio de sua imensa base parlamentar.
    Dilma, em momento algum se pôs contra as discussões, de modo que, pela nossa história, ela estava a favor.
    Tudo pronto para a festa, Dilma veta.
    Aí vem um babão daqui dizer que a culpa é do Sul. É muita subserviência.
    Dilma vetou por vontade própria. Nosso vice governador, não querendo desagradar a toda poderosa põe a culpa em ninguém.
    Me mate um bode.

  5. PERGUNTARAM PRA DILMA: – IMAGINE SE O DISTRITO FEDERAL VIRAR UM NOVO MUNICIPIO? COM MEDO, ELA PENSOU E DISSE: – É MESMO, ENTÃO VOU VETAR.

  6. Pelo projeto vetado, os municípios envolvidos ou todo o município precisa votar para haja a emancipação do distrito. Pergunta: como os emancipacionistas pretendem convencer os eleitores do município-mãe (sempre em maior número) a votarem pela emancipação do distrito?? A menos que o distrito tenha maior número de habitantes e de votos que o município-mãe, será quase impossível conseguirem a emancipação!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =