Wagner para o Senado – Lúcio Alcântara ainda crê na pré-candidatura de Tasso ao Governo do Ceará

Para o presidente do Partido da República (PR) no Ceará, o ex-governador Lúcio Alcântara, o deputado estadual Capitão Wagner (PR) deverá aguardar a definição do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) por uma candidatura ou não ao Governo do Estado. Caso Tasso seja o candidato da oposição a Camilo Santana, Capitão Wagner deverá disputar uma das cadeiras ao Senado. Se Tasso não for o candidato, Wagner enfrentará uma eleição à Câmara Federal.

A avaliação do ex-governador foi feita nesta quarta-feira (6), durante entrevista ao programa Hora da Notícia, na rádio Assunção, que tem à frente os jornalistas André Capiberibe, Luciano Cléver e Renato Abreu.

Lúcio Alcântara também disse que seria uma incoerência do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), presidente do Congresso Nacional, uma aliança com o grupo político dos Ferreira Gomes, pois todos os dias “aquele que é de fato o chefe do clã, aquele que tem a última palavra, aquele que de fato é quem manda, que é o ex-governador Ciro Gomes, ele está dizendo que não está de acordo com uma aliança eleitoral. Todos os dias ele chama o presidente Michel Temer de bandido e chefe da quadrilha, que é o PMDB”. “Como é que fica isso?”, questionou.

DETALHE – No fim de outubro, o senador Tasso Jereissati descartou a candidatura ao Governo do Estado em 2018, durante entrevista ao jornalista Luiz Viana, na Rádio O POVO CBN.

(Foto: Divulgação)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 12 =