Zé Dirceu afirma que TCU está "capturado pela oposição"

dsceu

O ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, criticou, nesta terça-feira, em seu blog a atuação do Tribunal de Contas da União (TCU). Para ele, o TCU falha na missão de auxiliar o Legislativo e “se mantém capturado pela oposição”. O tribunal foi alvo de críticas de vários integrantes do governo depois de sugerir ao Congresso que paralisasse uma série de obras públicas por suspeita de irregularidades.

Diz José Dirceu: “Cabe à Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional recolocar no devido lugar a legalidade e o papel fiscalizador delegado ao Tribunal pela Constituição”. Segundo observa,  a Comissão “precisa rever a decisão do TCU e construir, ela mesma, TACs com o Executivo levando em conta os interesses do país, do Brasil e não da oposição ou da maioria dos membros oposicionistas do Tribunal.

O TCU enviou ao Congresso relatório sugerindo a paralisação de 41 obras no país –sendo 12 do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). A recomendação consta em relatório enviado ao Congresso e será analisado pela Comissão Mista do Orçamento da União para 2010, que pode acatar ou não o documento.

Dirceu afirma que há especulações dando conta de que os “parlamentares manterão metade [das obras] realmente sustadas”. “Por que não exigiu mudanças nos projetos e nas propostas apresentadas antes da licitação e só o faz depois das obras iniciadas? Por que parar obras estratégicas para o país, ao invés de propor termos de ajuste de conduta, os famosos TACs, tão utilizados até pelo Ministério Público Federal (MPF)? Quais são os verdadeiros objetivos do TCU? Fiscalizar ou paralisar as obras? Ou seria atrasá-las?”, indaga o ex-ministro.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + 15 =